Imprensa

 

Releases

Setor de autopeças participa do Fórum Nacional contra a Pirataria e a Ilegalidade

09 mar, 2012

Pela primeira vez o setor de autopeças participa de campanha que será veiculada pela Rede Globo para alertar o consumidor e comerciantes de autopeças sobre os riscos à segurança no trânsito provocados pelo uso de produtos piratas e de procedência duvidosa.

O GMA – Grupo de Manutenção Automotiva – formado por entidades que representam a cadeia produtiva da reposição automotiva (SINDIPEÇAS, ANDAP, SICAP, SINCOPEÇAS-SP e SINDIREPA-SP) participa do Fórum Nacional Contra a Pirataria e a Ilegalidade para alertar a população sobre os riscos do uso de autopeças falsificadas e de procedência desconhecida que podem provocar graves acidentes no trânsito.

A partir da última semana de outubro, será veiculada campanha que informa o perigo da utilização de peças piratas nos veículos, colocando em risco a vida dos motoristas que, na maioria das vezes, não têm informação a respeito do assunto, mostrando a importância de exigir que a oficina de confiança apresente a embalagem e a nota fiscal da peça que foi reposta.

Entre outros produtos, como impressoras, óculos, fios, cabos, tênis e brinquedos, as autopeças participarão pela primeira vez de campanha contra a pirataria. O filme mostrará um mágico tentando arrumar um carrinho estilizado colocando peças de reposição piratas. O seu intento não dará certo e o carrinho se desmontará inteiro.

A campanha intitulada “Não tem Mágica” divulgará o site do Fórum Nacional Contra Pirataria e Ilegalidade  www.forumcontrapirataria.org  para oferecer mais informações sobre cada produto e as conseqüências da pirataria, com depoimentos de especialistas de cada setor abordado.

No caso de autopeças, o coordenador do GMA, Antônio Carlos Bento, alerta o consumidor para os riscos que peças piratas podem causar e também chama a atenção de comerciantes que comercializam esses tipos de produtos que não têm nenhum critério de fabricação.

Em seu discurso, Bento lembra que as peças de qualidade são testadas e analisadas, seguindo um criterioso padrão tecnológico que garante a eficácia de seu funcionamento. Desde o projeto até a aplicação da peça em um veículo há muita pesquisa e um trabalho de desenvolvimento que leva pelo menos dois anos para ser concluído, envolvendo estudo e investimento de empresas sérias que atuam em várias partes do mundo e respeitam o consumidor.

O coordenador do GMA também cita o programa Carro 100% e Caminhão 100% - Quem tem bem chega bem – iniciativa inédita do setor da reposição automotiva que visa conscientizar o motorista sobre a importância de fazer a manutenção preventiva de seu veículo para garantir segurança no trânsito, reduzir a emissão de poluentes e melhorar o valor de revenda do bem.

Para que o telespectador tenha mais informações  e dicas sobre manutenção preventiva, Bento informa o site do Carro 100% www.carro100.com.br.

O programa Carro 100% / Caminhão 100% tem apoio do Ministério das Cidades, Denatran – Departamento Nacional de Trânsito e da CET – Companhia de Engenharia de Tráfego e também contempla curso de gestão e capacitação para profissionais de lojas de autopeças e oficinas, tendo como foco destacar a importância da aplicação de peças de qualidade para garantir que o serviço de manutenção seja realizado corretamente, garantindo, assim, a satisfação do cliente e segurança no trânsito.




Add Pingback