Imprensa

 

Releases

Junho Mês da Manutenção Preventiva dos Veículos em São Paulo e outras localidades

01 jun, 2017

Junho: Mês da Manutenção Preventiva de Veículos nas cidades São Paulo, Bragança Paulista, Sorocaba, Vitória, Ponta Grossa e Boa Vista e Estado do Paraná

Esta iniciativa visa orientar o motorista sobre a importância de cuidar do carro.

Antonio-Fiola.jpg

A primeira cidade brasileira a adotar o “Mês da Conscientização pela Manutenção Preventiva de Automóveis”, por meio de projeto de lei municipal 14.274, foi São Paulo, em março de 2007, que instituiu junho como a data no calendário oficial, justamente o mês que antecede as férias escolares.

A data visa conscientizar motoristas sobre a importância da manutenção preventiva para garantir um trânsito mais seguro e já faz parte do calendário oficial das cidades de São Paulo, Bragança Paulista (SP), Sorocaba (SP), Vitória (ES), Ponta Grossa (PR), Boa Vista (RR) e o Estado do Paraná. Nos EUA a data é comemorada em abril e em maio no Canadá.

A falta de manutenção é um problema recorrente em vários países, incluindo o Brasil. Nos EUA, há anos, existe o movimento chamado National Car Care Month (NCCM) comemorado em abril, quando são realizadas inspeções veiculares gratuitas para checagem de itens de segurança em todo o país. A ação ajuda a verificar o que os motoristas negligenciam a manutenção seus carros.

No Brasil, desde 2008, existe o Programa Carro 100% / Caminhão 100% / Moto 100%, que visa difundir a manutenção preventiva de forma educativa. São realizadas várias ações e também foi criado o aplicativo Carro 100% para ajudar o motorista fazer um check-up virtual do carro e saber o que precisa ser revisado. A iniciativa já possui milhares de adeptos.

O setor de reparação de veículos deve fazer parte desse programa para colaborar com a disseminação da prática da manutenção preventiva junto aos motoristas. “Além de um trânsito mais seguro, os cuidados com o veículo evitam quebras e despesas inesperadas”, afirma Antonio Fiola, presidente do Sindirepa-SP e Sindirepa Nacional.

A idade média da frota circulante vem aumentando devido à queda nas vendas de veículos novos e os 42,8 milhões veículos (automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões) em circulação possuem idade média de 9 anos e 3 meses. Veículos com até cinco anos representam 34% da frota, enquanto seis e 10 anos chegam a 49%, 15 a 20 anos 13% e acima de 20 anos 4%.

Segundo Elias Mufarej, conselheiro do Sindipeças para o mercado de reposição e coordenador do GMA – Grupo de Manutenção Automotiva, existe uma tendência de envelhecimento da frota circulante devido à menor entrada de veículos novos. Por isso, ele ressalta a importância de orientar o motorista sobre a necessidade de fazer a manutenção preventiva para que rodem em condições seguras e também aplicação de peças de qualidade.




Add Pingback