Imprensa

 

Releases

Cuidar do carro preventivamente custo menos para o bolso do motorista e garante mais segurança no trânsito

09 mar, 2012

Na Semana Nacional do Trânsito, de 18 a 25 de setembro, o GMA – Grupo de Manutenção Automotiva, destaca a importância dos cuidados básicos com veículo para garantir a segurança dos seus ocupantes, reduzir a emissão de poluição, além de ser a forma mais econômica para mantê-lo em bom estado de uso.

A falta de manutenção nos veículos pode comprometer o funcionamento e o desempenho de vários sistemas e componentes, alguns deles vitais para a segurança, como freio, suspensão, direção, pneus e rodas.

Com o uso, os automóveis necessitam de cuidados e manutenção periódica, conforme as especificações contidas no manual do fabricante.

O GMA – Grupo de Manutenção Automotiva, que acaba de lançar o programa Carro 100% / Caminhão 100% que consiste em campanha de conscientização para o motorista sobre a importância da manutenção preventiva para garantir mais segurança no trânsito, reduzir emissões de poluentes e valorizar o preço de revenda do veículo, além de treinamento para capacitação de profissionais de lojas de autopeças e oficinas que deve ter início até o final do ano por meio de uma parceria com o Senai, tem feito vários estudos que comprovam que cuidar do carro preventivamente evita desgaste prematuro de peças e é bem mais econômico.

Em alguns casos a economia pode chegar a 800% como, por exemplo, a troca da correia dentada durante o período determinado pelo fabricante custa, em média, R$ 200,00 (dependendo do modelo do veículo esse valor oscila). Adiar a troca e ultrapassar o limite determinado no manual do fabricante pode provocar a quebra da peça e o rompimento do cabeçote do motor. Neste caso, o reparo não fica por menos de R$ 1.500,00, 800% mais caro do que a manutenção preventiva.

O mesmo acontece com o filtro do combustível: a substituição dentro do prazo determinado sai por R$ 30,00 (valor que pode oscilar dependendo do modelo do veículo). Deixar de fazer a troca no período indicado deixa o conserto dez vezes mais caro (R$ 300,00) devido ao comprometimento de outras peças.

Estudos mostram que a manutenção preventiva é, no mínimo, três vezes mais barata do que a corretiva. A explicação é simples: o veículo é formado por vários componentes e sistemas interligados, a falta de manutenção em um deles pode comprometer o funcionamento do outro, como por exempo:

  • As pastilhas de freios de freio, que são itens de segurança, sofrem desgaste com o uso e devem ser substituídas de acordo com as especificações do manual do fabricante. Quando isso não ocorre, pode provocar o desgaste prematuro do disco do freio, além de comprometer o funcionamento do freio, e o reparo tem um custo muito mais elevado.
  • Os amortecedores também têm vida útil, quando estão em bom estado evitam o desgaste prematuro dos pneus e garante a estabilidade do veículo. Fazer alinhamento e balanceamento regularmente também previne o desgaste precoce dos pneus, item de segurança muito importante.
  • A troca do filtro de óleo no prazo certo também evita o desgaste das peças do motor. O filtro de combustível também deve ser revisado e a troca quando for necessário, pois esta peça impede o acúmulo de impurezas no sistema de injeção eletrônica que podem causar entupimento dos bicos.
  • O filtro de ar diminui os níveis de emissões de poluentes e garante o bom desempenho do motor, por isso sua troca deve ser feita sempre que o mesmo apresentar uma cor acinzentada.
  • O filtro do óleo deve ser substituído a cada troca do óleo lubrificante para manter a qualidade do produto e evitar acúmulo de impurezas.
  • As velas de ignição também sofrem desgaste com uso e devem ser substituídas por outras novas para que o veículo não perca a potência e não aumente o consumo de combustível.

O GMA – Grupo de Manutenção Preventiva, por meio da campanha Carro 100% e Caminhão 100% alerta os motoristas para a importância dos cuidados básicos com o veículo para garantir mais segurança no trânsito e reduzir emissões de poluentes.

O site da campanha www.carro100.com.br, contém várias dicas de manutenção preventiva dos veículos, lembrando que as peças substituídas devem atender às especificações do fabricante e serem de procedência conhecida.




Add Pingback