Artigos

Viagem segura começa antes de sair de casa

08 mar, 2012

Nada melhor que um feriado prolongado para viajar com a família e amigos. Com o caos instaurado nos aeroportos as rodovias brasileiras se tornaram a opção mais viável e garantida de chegar ao destino desejado.
Para que sua viagem seja tranqüila e segura, não basta apenas preparar as malas, o cuidado com veículo é fundamental para que o trajeto seja realizado em segurança.

Neste caso, é uma questão de prevenção à vida, pois um veículo que apresenta falhas no sistema de freios, pode ser o protagonista de uma tragédia.
No Brasil, 45 mil pessoas morrem todos os anos vítimas e acidentes no trânsito, o equivalente a 120 aviões como Airbus da Tam que tem capacidade para 200 passageiros. É um número muito alto, sem falar nas lesões irreversíveis que acometem milhares de pessoas. O veículo é um dos fatores que provoca acidentes, claro que o assunto é complexo e envolve também outras questões. Assim como o motorista deve seguir as normas de trânsito, também deve cuidar do seu carro, fazendo revisões periódicas.

Antes viajar, os itens de segurança devem ser checados com atenção. As luzes de ré e do freio devem não podem apresentar problemas. Trata-se da simples troca dos fusíveis, mas se a lanterna estiver queimada, a sinalização do veículo na rodovia está prejudicada e pode provocar acidentes, principalmente se as condições do tempo não forem favoráveis e se houver congestionamento. São situações que fogem do controle do motorista e o seu veículo deve estar devidamente em ordem para enfrentar qualquer imprevisto, pois, quando se trata de viagem, devemos nos preparar para o inesperado.

O que parece uma bobagem, pode significar muito. Os faróis regulados permitem maior visibilidade do motorista que trafega à noite. Outro detalhe que passa despercebido até a chuva cair é o limpador de pára-brisa. Com o tempo a borracha da palheta resseca, dificultando a limpeza, em alguns casos, chega até a atrapalhar. A simples troca dessa peça pode evitar enormes transtornos.

Os pneus também devem estar calibrados de acordo com as especificações do fabricante do veículo, inclusive o estepe. Nem é preciso falar que pneu careca é sinônimo de perigo, além de ser considerado uma infração de trânsito.
É importante lembrar que o veículo funciona como um sistema integrado de peças, cada componente tem uma determinada função e que, com o tempo, há o desgaste natural. Por isso, a manutenção de forma consciente e responsável é a melhor fora de evitar panes elétricas e falhas mecânicas.

Nas principais rodovias que cortam o Estado de São Paulo, são registrados 784 atendimentos diários totalizando mais de 23 mil ocorrências/mês, segundo informações da Artesp - Agência de Transporte do Estado de São Paulo. A cada hora mais de 30 veículos ficam parados nas estradas por apresentarem falhas mecânicas e panes elétricas. A maioria dos casos são superaquecimento e bateria descarregada. Itens que poderiam ser verificados antes de viajar.
Esses dados demonstram que o motorista não tem o hábito de fazer manutenção do seu veículo, prefere deixar acontecer o problema, podendo colocar em risco a sua segurança e a de terceiros.

Além disso, é muito melhor economicamente programar as revisões periódicas em uma oficina de sua segurança do que precisar de um reparo inesperado em um local desconhecido.

A origem das peças que serão aplicadas no reparo também é outra questão que merece atenção, pois devem ser compatíveis com as especificações do fabricante do veículo.

Fazendo a revisão periódica em uma oficina de confiança, o motorista mantém o veículo em boas condições de uso, prevenindo situações constrangedoras e perigosas, principalmente em se tratando de viagem.

Não esqueça que para uma viagem segura, os cuidados começam antes de sair de casa!




Add Pingback