Imprensa

 

Frota em ascensão: oportunidades e desafios

* Por Antonio Fiola

O estudo da frota circulante do Sindipeças revela que houve crescimento de 8,1% do número de veículos (automóveis, comercias leves, caminhões e ônibus) em 2012, chegando a 38.025.799  de unidades. Mais veículos nas ruas significa aumento de geração de demanda para o setor de reposição. Dados da consultoria Roland Berger mostram que, no Brasil, 50% dos proprietários de veículos levam os veículos em oficinas independentes para fazer manutenção no período de garantia de fábrica e que depois esse índice sobe para 90%. O consumidor tem o hábito de levar o carro no mecânico de confiança. A escolha do consumidor interfere em todos os elos da cadeia de reposição e, é para ele que o mercado deve olhar e entender as suas necessidades. Cerca e 43% do total da frota tem idade até cinco e 38% possuem entre seis e 15 anos. É este universo que frequenta as oficinas.

 Os reparadores devem ter consciência da influência que exercem sobre seus clientes e buscar garantir atendimento e serviço de qualidade. Também são importantes formadores de opinião na escolha da peça e na disseminação da importância da manutenção preventiva junto ao dono do carro.

O programa Carro 100% / Caminhão 100% / Moto 100% tem realizado um trabalho de conscientização sobre os benefícios da manutenção preventiva entre motoristas e também profissionais da reparação.  Mas, é preciso avançar na questão de segurança que envolve vidas. Como está o estado da frota brasileira? Dados do Ministério da Saúde revelam que 42 mil pessoas morrem  por ano vítimas de acidentes de trânsito no Brasil. Esse número alarmante poderia ser reduzido com a implantação da inspeção técnica veicular para a fiscalização de itens de segurança. O projeto de lei que trata do assunto está parado no Congresso há mais de uma década. O GMA - Grupo de Manutenção Automotiva, tem acompanhado os desdobramentos se mobilizado em torno deste tema que deve ser de interesse de toda a sociedade.  Em outros países, a medida surtiu efeito relevante na redução de acidentes de trânsito. O Brasil tem uma frota expressiva que está em ascensão e que precisa ser olhada com mais atenção por parte do governo. Veículos bem cuidados contribuem com a segurança no trânsito.

* Antonio Fiola é porta-voz do GMA - Grupo de Manutenção Automotiva – Programa Carro 100% - www.carro100.com.br e presidente do Sindirepa Nacional e Sindirepa-SP

Add Pingback