Imprensa

 

Frota cresce e gera demanda na reposição

A frota circulante brasileira vem crescendo nos últimos anos e o levantamento do Sindipeças indica que, em 2013, ultrapassou 40 milhões, entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. Deste total, 43% possuem até cinco anos de idade e 39% têm entre seis e 15 anos, universo com grande volume de veículos para o mercado de reposição, já que a migração da concessionária para as oficinas independentes acontece logo quando expira o período de garantia.

O crescimento da frota de 2012 para 2013 foi de 5,7%. Essa evolução, que vem acontecendo nos últimos anos, garante demanda para o mercado de reposição.

Esses dados são importantes para nortear ações de empresas que atuam no mercado de reposição que está bem dinâmico para atender a frota diversificada. O número de veículos importados também cresce e já representa 14% do total da frota, enquanto que, em 2006, era 8%. Outro dado importante é que 72% de todos os automóveis e comerciais leves que transitam no País estão concentrados nas regiões Sudeste e Sul do País. O Estado de São Paulo tem 37%, Minas Gerais, 10%; Rio de Janeiro, 9%; Rio Grande do Sul e Paraná, cada um representando 8% da frota brasileira.

Essas informações possibilitam identificar as oportunidades de mercado e programar ações para o aftermarket que começa a atender os veículos que saem da garantia de fábrica. Por isso, o comportamento das vendas de veículos novos é um indicador para o mercado de reposição que sentirá o reflexo três anos depois.

O que percebemos ao longo dos anos que é o mercado de reposição vem se mantendo estável e oferece oportunidades de negócios para todos os players: fabricantes, distribuidores, varejo e oficinas. Compreender os movimentos e saber identificar as tendências são fatores que podem ajudar na tomada de decisão para definição de ações importantes.

A análise frota circulante demonstra como fica a demanda futura na reposição. Além disso, o GMA – Grupo de Manutenção Automotiva – entre vários temas que aborda, também trabalha por meio do Programa Carro 100% / Caminhão 100% / Moto 100% para promover a disseminação do conceito da manutenção preventiva, iniciativa que visa levar informação e orientação ao motorista sobre a melhor forma de cuidar do veículo para conservá-lo em boas condições de uso. Desta forma, o consumidor consegue entender os benefícios de ter um veículo bem cuidado, uma maneira também de garantir a segurança no trânsito e reduzir emissões de poluentes. 

Elias Mufarej é coordenador do GMA – Grupo de Manutenção Automotiva, e conselheiro do Sindipeças para o mercado de reposição 

Add Pingback