CONHEÇA AS AUTOPEÇAS DE SEU VEÍCULO

 

Autopeças do seu veículo


Encontre no site


 

Receba nosso boletim eletrônico

Cadastre seu e-mail e estado para enviarmos direto na sua caixa de e-mails novidades sobre Manutenção Preventiva.

 Take a Tour


ABS: item de segurança cada vez mais comum nos carros

Saiba como funciona e quais são os cuidados para manter esse sistema de freio em boas condições

A indústria automobilística inova com muita rapidez. Além de mudanças constantes no design dos automóveis, surgem, a cada lançamento, novos equipamentos e acessórios que oferecem mais segurança e conforto ao motorista e ocupantes. Os modelos mais sofisticados sempre trazem novidades tecnológicas: pára-choques com sensores para detectam a uma distância segura a aproximação de outro veículo ou obstáculo, computador de bordo, piloto automático, direção elétrica, rádio com bluetooth e por aí vai. Não há limites para a sofisticação desses modernos carros que se tornaram um dos principais sonhos de consumo da maioria das pessoas.

Mais do que beleza, os fabricantes estão se preocupando com a questão da segurança, por isso lançam modelos com tecnologia de ponta para atender a esse importante quesito.

Um exemplo disso é o sistema de freio ABS que tem se mostrado altamente eficiente e já está incorporado em vários modelos.

Um número cada vez maior de veículos nacionais é equipado com o sistema de freio ABS, sigla para o nome em inglês anti lock brake system, cuja tradução é sistema de freio antibloqueio. Não faltam boas razões para isso do ponto de vista da segurança dos ocupantes do veículo, uma vez que o ABS promove o  controle do automóvel em situações de baixo atrito entre pneu e solo — por meio da modulação da pressão hidráulica de frenagem —  impedindo o bloqueio das rodas. Entre as vantagens do ABS, estão a diminuição da distância de frenagem, o desgaste uniforme dos pneus e o controle do veículo, já que não há perdas de dirigibilidade (travamento das rodas dianteiras) e de estabilidade direcional (travamento das rodas traseiras).

Segundo fabricantes do sistema, mais de 70% dos problemas com ABS não estão na unidade hidráulica ou no controlador, mas sim nos componentes periféricos. Os componentes que devem ser checados quando o ABS não está funcionando são: limpeza dos sensores, alinhamento do sensor de rotação e do anel-dentado, distância entre sensor e anel dentado, nível de fluido no reservatório, funcionamento do sensor do pedal de freio, fusível do ABS, conectores oxidados e continuidade dos cabos dos sensores.

Cuidados na manutenção do sistema hidráulico com ABS

  • Trocar anualmente o líquido de freio.
  • Colocar fluidos DOT4 ou DOT5.
  • Instalar sempre o cilindro-mestre correto (CV/CV).
  • Quando retornar o pistão do freio a disco, o reparador deve aliviar o fluido de freio pelo sangrador. Nunca retorne esse fluido para o interior da unidade hidráulica, que pode ser danificada com a operação. Lembre-se que a unidade hidráulica é blindada e não possui reparos internos.

É importante conhecer como funciona o sistema de freio ABS de seu veículo para mantê-lo sempre em boas condições, garantindo a performance de seu desempenho. Contar com esse item de segurança pode fazer a diferença em uma situação de extrema necessidade que exige o seu acionamento.

Manter o carro em perfeitas condições, dirigir com atenção e respeitar a sinalização são regras básicas e essenciais para garantir um trânsito mais seguro. Por isso, a prevenção de acidentes começa antes mesmo de o motorista ficar ao volante, fazendo a revisão periódica do veículo em uma oficina de confiança.