CONHEÇA AS AUTOPEÇAS DE SEU VEÍCULO

 

Autopeças do seu veículo


Encontre no site


 

Receba nosso boletim eletrônico

Cadastre seu e-mail e estado para enviarmos direto na sua caixa de e-mails novidades sobre Manutenção Preventiva.

 Take a Tour


Filtro de combustível tem função vital para o motor

Saiba quando é a hora da troca e quais as conseqüências de não fazê-la no prazo estipulado

Continuando com nossa campanha pela boa prática da manutenção preventiva, vamos abordar mais um cuidado essencial para o bom funcionamento do veículo. Desta vez, o item em destaque é a troca do filtro de combustível que, como cada um dos equipamentos, deve ser feita no período determinado pelo fabricante e mencionado no Manual do Proprietário.

Essa peça tem a função de isentar o combustível das diferentes partículas de sujeira, tais como pó, ferrugem, água e resíduos do tanque. Importante notar que esse equipamento, em alguns modelos de veículos, aqueles com injeção eletrônica como exemplo, fica localizado sob o motor, não sendo facilmente visível.

É utilizado em todos os motores de combustão, sejam movidos a diesel, gasolina ou álcool com sistema de injeção eletrônica ou carburado. Atendendo à segurança da operação, o filtro de combustível protege carburadores, bicos de injeção direta e agregados extremamente sensíveis do sistema de alimentação do combustível.

A quilometragem de troca varia de acordo com o modelo do carro e o tipo de injeção do combustível. Se o carro for carburado, recomenda-se trocar entre 8.000 e 15.000 km, se for injeção eletrônica entre 15.000 e 40.000 km. Combustíveis de má qualidade vão provocar, seguramente, uma troca antecipada dessa peça. Portanto, fique de olho no combustível que coloca no seu veículo.

Há vários modelos da peça e diferenças entre os filtros de gasolina/álcool e os filtros diesel. Os filtro de gasolina/álcool dividem-se ainda entre os filtros para motores carburados e motores com injeção eletrônica.

 Os filtros para diesel são construídos com material especial que evita a passagem de contaminantes para as peças de injeção do diesel. As partes de metal devem ser tratadas contra oxidação causada pelo enxofre presente no diesel. Em alguns casos, possuem um reservatório que separa a água do óleo diesel drenado.

Os filtros diesel podem ser de três tipos: de lã, de cartucho de papel e do tipo blindado.
Quando a substituição do filtro de combustível não for efetuada, conforme recomendação do fabricante, e o veículo continuar rodando com o mesmo filtro alguns problemas vão aparecer seguramente. Um deles é a ineficiência de filtragem, ocasionando cortes de combustível, falhas no motor, vazamento de combustível e até mesmo incêndio em casos extremos. Também pode ocasionar defeitos e desgaste precoce nos componentes de injeção nos carburadores, no funcionamento do motor, corrosão e aumento de emissão de poluentes. É muito “pepino” que pode ser evitado sem dificuldades e com custo muito baixo se comparado com os problemas que irão ocorrer.

 A substituição dos filtros de combustível para veículos com injeção eletrônica deve seguir os mesmos cuidados acima abordados. No entanto, a tecnologia contida nessa peça recomenda que a sua substituição seja feita em oficinas de confiança e por profissional treinado e capacitado.

Outra alerta importante que deve ser feito é que esse tipo de filtro, com elemento filtrante de papel, não deve ser lavado nem jateado com ar comprimido. Essa prática é altamente condenável pelos fabricantes pelo fato de não resolver o problema e acabar por danificar totalmente a peça.

Na hora da troca, é melhor optar por marcas que sejam compatíveis com o modelo do veículo, conhecidas no mercado e que tenham qualidade comprovada para garantir maior grau de pureza ao combustível, segurança de funcionamento dos agregados da injeção e vida longa ao motor. Além disso, eles propiciam uma combustão mais saudável por meio da concentração de misturas otimizadas e que não são prejudiciais ao meio ambiente.

Seguindo todas as recomendações contidas no manual do fabricante e levando o veículo em uma oficina de confiança regularmente é possível garantir seu o bom funcionamento e evitar consumo de combustível excessivo e desgaste de peças prematuramente. As vantagens de fazer a manutenção preventiva são muitas: economia, segurança, redução dos níveis de emissões de poluentes e garantia de valorização do preço de revenda. Por isso, quem gosta do seu carro cuida bem dele.